Negócios Inspiradores: urbanismo e propósito na Porte Engenharia

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Ano novo, vida nova. Os desejos para o novo ciclo, para quem empreende, sempre giram em torno de sucesso e mais vendas. Mas há quem pense além do lucro: fidelizar clientes, realizar sonhos e ajudar a construção de um mundo, pontos que estão nas metas de alguns negócios de sucesso. Então, procuramos duas ideias de negócios que são referências na região do Jardim Anália Franco e Tatuapé e fomos verificar como seus idealizadores veem  a importância do trato personalizado com o cliente e como os produtos oferecidos com afeto alcançam o sucesso.  Sente, que vem boas histórias!

Urmanidade nos negócios

Você conhece o conceito de Urmanidade? “Trata do desenvolvimento humano por meio da transformação urbana, ou seja, como podemos ajudar as pessoas a viverem com mais qualidade de vida com os conceitos de transformação urbana”, explica André Colletti, de 51 anos, diretor de incorporação e novos negócios da Porte Engenharia e Urbanismo. Ele garante que o conceito tem tudo a ver com o propósito da empresa, que atua no mercado há 32 anos.

Fundada por Marco Melro, em 1986, a Porte começou sua história construindo sobrados. Melro, nascido e criado no Tatuapé, identificou que as pessoas da região buscavam apartamentos seguros, amplos e confortáveis – imóveis que iam buscar em outros bairros. “Para atender esta demanda, Melro, à frente da Porte, passou a investir em apartamentos de alto padrão. Ele também notou outras carências na região, como um bom hospital. Desta leitura, buscou a parceria e trouxe o Hospital São Luiz”, rememora Colletti.

Com esta mesma perspicácia, a Porte detectou a falta de espaços para empresas e, partir daí, voltou-se também ao segmento corporativo. “A Porte nasceu na região leste e trabalha para contribuir com a melhoria de sua qualidade de vida”, pontua o diretor.

Quem pensa que a região é apenas um dormitório está enganado. “Ainda há muitas pessoas que desconhecem o potencial da região leste, bem como sua infraestrutura, riqueza e história”, comenta Colletti. “Com os projetos que estamos desenvolvendo, queremos que, cada vez mais, as pessoas possam morar bem na região, trabalhar, estudar e se divertir perto de casa”, pontua ele.

Ao longo de 32 anos, a Porte tem como segredo de seu sucesso, segundo seu diretor, a busca para entender as necessidades e anseios do mercado. “Após os investimentos nas áreas imobiliárias, com apartamentos de alto padrão e espaços empresariais, chegamos ao Eixo Platina. É um projeto ambicioso, que visa transformar a vida de muitas pessoas, dando mais qualidade de vida e maiores oportunidades de trabalho aos jovens”, explica Colletti. Trata-se de um investimento de VGV (Valor Geral de Vendas) de R$2,2 bilhões.

Porte Engenharia. Crédito: Agência Ophélia.

Porte Engenharia. Crédito: Agência Ophélia.

A Porte conta, hoje, com 150 colaboradores, entre equipe de obra e de escritório. A empresa possui ainda um departamento chamado Engenharia de Produto, especializado na procura por novos materiais, tecnologias e sustentabilidade. “Buscamos oferecer soluções que enxergam o coletivo e permitem, por intermédio de implantação de soluções sustentáveis em projeto, que o impacto do empreendimento desenvolvido seja positivo para a operação do condomínio e para o meio ambiente”, explica o diretor.

Para o ano-novo, Colletti deseja que o Brasil possa se desenvolver novamente. “Queremos a geração de mais empregos movimentando a economia. Dessa forma, poderemos colocar em prática os projetos que já temos aprovados, como os do Eixo Platina e outros que atendam às demandas da região leste”, comenta. “O segredo está em seguir antenado com os movimentos do mercado, sempre com produtos de alta qualidade e foco no desejo do cliente”, pontua ele.

*Texto: Fernanda Patrocinio. Fotos: Agência Ophélia.

Compartilhar.

Sobre o autor

Redação Anália

Moda, lazer, variedades e tudo sobre o Anália.

Deixe uma resposta