Os melhores games de 2017

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Já sabemos! No dia 14 de novembro, saiu a lista dos cinco melhores games de 2017, segundo a The Game Awards. O “Oscar dos games” ocorre todos os anos e, em 2017, saberemos quais os maiores destaques da indústria no dia 8 de dezembro.

E nós do Blog do Anália já adivinhamos, lá no comecinho do ano, dois dos cinco concorrentes! Bom, não é bem um mérito nosso. The Legend of Zelda: Breath of the Wild e Horizon Zero Dawn eram figurinhas praticamente carimbadas na premiação desde seu lançamento, lá em fevereiro.

A indicação dos demais títulos também não são uma surpresa. Nessa lista, definitivamente não há injustiças.

Conheça melhor cada um deles!

The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Talvez, este tenha sido o game mais aguardado por fãs há anos. E, quando finalmente chegou, todas as expectativas foram cumpridas.  Breath of the Wild inaugurou um mundo aberto repleto de possibilidades.

Tudo ao redor do personagem Link pode ser agarrado e usado. É possível testar diferentes armas que estão em baús, roubar inimigos ou recolher do chão, por exemplo. Outro destaque foi a preocupação da Nintendo em criar um mapa que fosse intuitivo. Com tudo isso, o game chega como o principal candidato ao prêmio neste ano.

Horizon Zero Dawn

O principal concorrente de Zelda é esse aqui. Só por nos apresentar um universo narrativo diferenciado, fugindo de grandes franquias, e um conjunto ambicioso de mecânicas, Horizon Zero Dawn já mereceria diversos prêmios.

O game surpreendeu ao colocar o jogador entra na pele de Aloy, uma sobrevivente em um mundo pós-apocalíptico, onde a humanidade vive em tribos e sobrevive ante a máquinas autônomas que se tornaram bestas gigantes. Mas o que vale são as possibilidades de gameplay neste mundo aberto, especialmente quando Aloy enfrenta estes “dinossauros” mecânicos.

Mario Odyssey

O recém-chegado às lojas Super Mario Odyssey pegou a todos de surpresa quando do seu anúncio na E3, deste ano. Na maior feira de games do mundo, ninguém esperava ver um novo game do encanador e, ainda por cima, nesses moldes. Quem não ficou boquiaberto ao ver o Mario correndo pelas ruas de Nova York?

O novo game agradou. Como um sucessor espiritual do Super Mario 64, o novo game entrega um divertido jogo da franquia com mecânicas inovadoras. A principal delas: o uso do chapéu do Mario como um “Possuidor” de outros objetos e inimigos do pequeno encanador.

Compartilhar.

Sobre o autor

Redação Anália

Moda, lazer, variedades e tudo sobre o Anália.

Deixe uma resposta