Caso você ache a princesa Leopoldina da novela Novo Mundo bastante familiar, saiba que você não está errado: quem empresta à personagem o par de íris azuis é a atriz Letícia Colin, no ar há desde 2001, quando estreou no seriado Sandy e Junior, passando por Malhação (2002), TV Globinho (2003), além de contar com 10 longas-metragens, uma série, 10 peças de teatro e 15 novelas. Aos 28 anos de idade, vinte deles foram nas telas e nos palcos.

A princesa Leopoldina, porém, talvez tenha sido o personagem que deu à atriz maior notoriedade entre o grande público. Em entrevista exclusiva para a repórter Fernanda Patrocínio, Letícia contou sobre os prazeres e desafios de interpretar a personagem.

Ouça no player abaixo.

Nos palcos e na voz

Atuar, cantar e apresentar. Colin pode ser considerada uma artista completa. Nestes 20 anos de trajetória na TV, no teatro, no cinema e na música, ela conta que somente uma vez tirou férias mais longas, de quatro meses. Fora este período, emendou trabalhos de 2001 até hoje.

No teatro, Colin pôde participar também de musicais como Floribella (2007), O despertar da primavera (2009-10) e Hair (2010-11). Neste último, ela chegou a ser indicada ao prêmio da Associação dos Produtores de Teatro do Rio (APTR), na categoria Melhor Atriz Coadjuvante.

E ela adora cantar. “A música atravessa o espectador, pois é sinestésica. Você cria um ambiente catártico, consegue elevar uma sensação. O personagem ganha mais uma super ferramenta para você atingir o público e contar uma história”, explica Letícia.

Ouça no player abaixo.

"Eu me tornei uma artista diferente depois que passei pelo teatro musical"

por Letícia Colin

Leia na íntegra o perfil de Letícia Colin na Revista Anália n.20, em breve disponível no Shopping e na versão digital.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Insira seu nome