Ideias de objetos de decoração para presentear

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O Natal e as comemorações de fim de ano promovem muitos encontros para a tradicional troca de presentes. E, muitos deles, acontecem em casa. Aproveitando o cenário, é possível fugir um pouco do óbvio e agradar amigos, familiares ou anfitriões com itens de decoração. Os adornos e acessórios para os ambientes estão em alta e a grande variedade permite encontrar o mimo perfeito. A princípio, a tarefa pode parecer complicada, mas com pesquisa, bom gosto e olhar apurado, é possível surpreender e não errar.

Para fortalecer os laços

“Pensando-se em presentes para a casa na época natalina, cuja ideia de confraternização é muito forte, indico pegar carona na tendência hygge. O termo dinamarquês que significa afeto e conforto”, aconselha a autora do livro Sobre tendências e o Espírito do Tempo, Janiene Santos.

“Nessa linha, para explorar o bem-estar emocional e físico, minha sugestão é uma manta para sala de TV, que pode ser feita à mão ou escolhida a dedo pela pessoa que vai presentear.”

A autora recomenda que se aposte no carinho e na segurança de se estar cercada por pessoas que se dedicam à amizade. “Uma compota de doce em um belo recipiente de vidro que a pessoa poderá utilizar depois em sua cozinha, uma bonbonnière, minimalista ou rústica, cheia de chocolates artesanais”, sugere a especialista em tendências.

“Ou, ainda, um vaso com uma mini-horta de manjericão, por exemplo, também cabe em qualquer tipo de decoração. Use tudo o que você sabe sobre o presenteado e a história da amizade entre vocês como inspiração, reforçando o vínculo e o imaterial que não tem preço.”

Apurando o olhar

A designer de interiores Luciana Boschi Andrade Santos sugere começar conhecendo o dia a dia e os hobbies dos moradores. “Cada pessoa possui um estilo de casa”, explica. Segundo ela, atualmente, ocorre uma combinação de linguagens que dialogam entre si, como o rústico e o moderno; o retrô e o contemporâneo, entre outros, e, dessa forma, cada um cria o seu próprio estilo.

“Para identificá-lo, observe, também, os gostos, vestimentas e até o que o futuro presenteado está lendo. Faço muito isso com os clientes na hora de desenvolver os projetos”, revela.

Se não conhece muito bem o local onde a pessoa vive, a designer sugere apostar no básico para não errar. Por exemplo, um porta-retratos mais clean. “Todo mundo gosta.”. Se há mais intimidade, vale arriscar em objetos irreverentes que adicionem personalidade. Investir em algo relacionado aos hobbies ou preferências – sejam cinematográficas, sejam musicais ou gastronômicas – é uma saída inteligente.

Compartilhar.

Sobre o autor

Redação Anália

Moda, lazer, variedades e tudo sobre o Anália.

Deixe uma resposta