Como otimizar as peças na hora de se vestir?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Ter um guarda roupa otimizado é um sonho de consumo para muitas mulheres, principalmente para aquelas que trabalham, e que precisam escolher todos os dias uma nova produção, o que requer muita inspiração!

Muitas vezes esta inspiração vem das peças que não temos e acabamos nos seduzindo naquelas comprinhas básicas e rápidas na hora do almoço ou aos finais de semana. Achamos que com peças novas, aumentamos as possibilidades de looks, o que é verdade, porém, nosso guarda-roupa vai engordando e aos poucos, sem nos darmos conta, vamos nos perdendo e desconectando das peças que nós já temos.

Quanto mais roupas temos, mais as chances de esquecer e somente quando damos aquela “geral” no armário, é que percebemos a quantidade de peças parecidas e esquecidas que acabamos reencontrando.

Nem sempre ter muitas roupas significa se vestir bem. O ideal é ter aquelas peças chaves que fazem inúmeras combinações e manter no armário uma quantidade de peças que você consiga visualizar e que de preferência, sejam peças que você adore.

Adoro a frase da Marie Kondo: “A melhor maneira de descobrir do que você realmente precisa, é se livrar daquilo que você não precisa”

Peças mais ou menos, ou que não tem usado nos últimos 6 meses, procure “passar para frente”, doe, venda, mas evite acumular peças que não fazem mais sentido para você.

Mesmo sendo uma peça importante, se você não usa, ela já perdeu valor faz tempo.

Tenha atenção com aquelas peças que fazem poucas combinações ou que estejam rasgadas, desgastadas, manchadas, e que não tenham um bom caimento. Estas só ocupam um espaço desnecessário e são usadas raramente.

Para ter um armário otimizado, procure peças chaves na parte inferior e que faça no mínimo 3 combinações superiores, com blusas, coletes ou blazer.

Se você usar estas combinações em dias alternados, garanto que poucas pessoas vão notar que está repetindo alguma peça.

Aqui no Anália fiz esta brincadeira com peças neutras e que tenham um bom caimento na parte inferior e alterei as blusas, criando novos looks para inspirar e conseguir ter menos peças com mais opções de uso.

Na Rubinella escolhi uma calça cor na cor bordo, esta cor combina com muitas outras cores além de combinar com peças estampadas ou acrescentar uma 3ª  peça.

Na Brooksfield Donna, escolhi uma calça azul marinho, que é outra cor coringa para se ter no armário, na parte inferior. É possível fazer um look totalmente monocromático ou misturar outras cores que criem contraste, como o branco e o lilás.

Nesta brincadeira se trocar a cor do sapato você aumenta ainda mais as opções de looks.

Experimente e sinta as vantagens de ser ter menos peças, porém com mais opções na hora de se vestir.  Mantenha no seu armário organizado e somente com peças que você gosta muito! Retire o que for mais ou menos ou peças que você te trazem insegurança na hora de usar ou combinar.

Compartilhar.

Sobre o autor

Renata Mello

É consultora de Imagem daqui do Blog Anália. Traz dicas, novidades e achados do Shopping todas as terças e quintas.

Deixe uma resposta