Trabalho e casa não são mais duas partes separadas na vida de uma pessoa. Nos últimos três anos, houve um aumento de brasileiros que optaram por trocar o escritório pelo aconchego de trabalhar do lar. Segundo pesquisa da Robert Half, uma empresa de recrutamento especializado, esse aumento equivale a 47% no Brasil.

A arquiteta Endyara Lissoni, da Lissoni Arquitetura, acha que a crise financeira que tem passado o país influencia essa decisão. “As pessoas optam por deixar a sala comercial e investir em um ambiente mais aconchegante e que se gaste menos para mantê-lo”, explica.

Segundo pesquisa da AS Consultoria, uma das importantes consultorias em gestão no mercado, cerca de 68% das empresas pelo país adotaram o home office como opção aos seus colaboradores nos últimos 5 anos.

O argumento? Ninguém mais está interessado em presença física: o importante é resultado. Mas, por vezes, o conforto do lar pode virar uma tentação no caminho para a produtividade. Como contornar este problema? Preparamos 5 passos para você também aprender a montar o seu home office.

1. Esqueça o seu quarto

O primeiro passo é esquecer o quarto: ali é lugar de descanso. “Tudo bem ir para a sala ou separar um cômodo, mas o quarto é o seu templo, onde você se desliga”, explica a arquiteta. Uma sugestão é investir em outro cômodo para montar seu cantinho da labuta, até mesmo uma varanda que você quase nunca usa — imagina trabalhar com uma vista privilegiada?

2. Que haja luz!

O fator mais importante para um bom espaço é a iluminação, dando preferência para a luz natural. Ana Requião  é designer de interiores e produtora de arte da Westwing, e trabalha em casa esporadicamente. Conforme a sua experiência, a iluminação do aposento é fundamental. “Eu preciso de luz natural, tanto que a minha mesa é encostada na janela. Também tenho uma luminária bem potente para complementar”, detalha.

3. Cores importam

Segundo a psicologia das cores, alguns tons podem inspirar conforto e inspirar a imaginação, enquanto outros podem ser desestimulantes. As melhores opções para as paredes do seu home office são tons mais neutros, como bege e cinza. Se quiser ousar e deixar seu espaço mais colorido, o legal é customizar apenas uma parede. “Vermelho e laranja inspiram a criatividade. Mas se você pintar o cômodo inteiro de vermelho, não vai conseguir ficar lá dentro muito tempo”, ensina Endyara.

4. Sobre cadeiras e mesas

A escolha de alguns móveis também é fundamental, como as cadeiras. Endyara indica os modelos profissionais e altos. “Se você for atender um cliente na sua casa, precisa passar uma imagem maior, de importância. E a cadeira ajuda nisso”, indica a arquiteta.

Na hora de escolher a mesa, vá pela funcionalidade. Uma super mesa pode acabar se tornando inútil se você não precisa de tanto espaço assim para dispor seus objetos de trabalho. Por isso, defina bem o que você fará na sua mesa, para comprá-la sob medida.

5. Aproveite!

E não se esqueça da diversão! É seu espaço de trabalho, então vale a pena decorar com coisas que tenham a ver com você,  Com essas mudanças, trabalhar se tornará mais um momento de prazer.

Gostou das dicas? Então deixe seu comentário e acompanhe o Blog do Anália!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário
Insira seu nome