5 hotéis exóticos pelo mundo para passar as férias

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Em certos momentos, tudo o que se quer para o Réveillon é sair da loucura do dia a dia e ir para um lugar que dê conforto para corpo e alma. Nessas horas, o melhor plano é recusar aquela viagem com amigos ou aquela festa open bar na cobertura. Ou seja, evitar aglomeração e procurar algo mais calmo, de preferência na natureza. Pensando nisso, fizemos uma lista de 5 hotéis perfeitos para este momento da vida para lhe inspirar. Ainda que não seja para a virada de ano — que está logo ali –, que tal sonhar em visitar algum desses hotéis algum dia?

1. Azulik (Turim, México)

Conhecida pelo agito, a Riviera Maia, no México, tem sido descoberta por outro perfil de viajantes: pessoas que querem se reconectar consigo mesmo e com a natureza. É o que propõe o Azulik. O hotel dispõe de 48 ecovilas esculpidas em madeira, que aliam o rústico, com muito conforto, e design moderno. Sem energia elétrica, é o local perfeito para quem está precisando de um detox digital de frente para o Mar do Caribe.

O hotel também oferece experiências na floresta maia, como o passeio de bicicleta que leva até o maior templo da Riviera Maia, o Nohoch Mull, para ajudar na difícil missão de ficar off-line.  O passeio também leva às águas turquesas dos cenotes, poços de água formados por rios subterrâneos revelados há milhares de anos pelo colapso do solo.

O hotel Azulik oferece, ainda, uma experiência gastronômica memorável: a de jantar a luz das estrelas no restaurante de cozinha japonesa, construído acima das árvores, a 11 metros de altura.

2. Duba Plains (Okavango Delta, Botsuana)

O delta do rio Okavango, em Botsuana, é onde se pode encontrar uma das maiores concentrações de vida selvagem do país. Ele fica dentro da reserva Great Plains Conservation, que dispõe de 60 mil hectares de preservação. É uma das áreas mais remotas de Botsuana, um santuário de vida selvagem quase único e muito longe para os caçadores ilegais chegarem lá.

As acomodações limitam-se a apenas cinco cabanas de luxo, com piscina privativa, cuja arquitetura e decoração lembram os pomposos safaris dos anos 1920. A diferença é que todas as acomodações, claro, têm wi-fi. Apesar disso, a internet não funciona nas áreas comuns (uma tática para fazer com que os hóspedes troquem experiências entre si).

3. Manta Resort (Ilha Pemba, Tanzania)

Ás vezes tudo o que se quer é ficar isolado em uma paisagem paradisíaca, de preferência embaixo d’água. Se for seu caso, o Manta Resort, no arquipélago de Zanzibar, tem um quarto submerso, que é separado do resto do hotel. O underwater room permite, durante o dia, uma visão 360º do fundo do mar e é possível ver a vasta extensão de corais, animais marinhos, como polvos e peixes. Durante à noite, é possível avistar moluscos, como as dançarinas espanholas. Tudo isso, literalmente, sem sair da cama.

A habitação tem ainda um deck no nível da água e uma área de lounge acima, onde as refeições são servidas nos horários combinados. Os hóspedes, que estão a 250 metros da terra, recebem caiaques e snorkels para aproveitar o oceano, também do lado de fora.

4. Cristalino (Alta Floresta, Mato Grosso)

Localizado no sul da Amazônia brasileira, no Mato Grosso, este eco-lodge fica dentro de uma reserva de 11 mil hectares, com pouco ou nenhum contato com a civilização. O mais remoto dos principais lodges de selva do Brasil oferece diversos roteiros de observação de animais. As 600 espécies de pássaros que podem ser vistas por ali fazem do local o paraíso da prática de observação de aves, que pode ser feita com guias especializados no assunto. Também é possível contratar saídas específicas para fotos, com guia privativo.

No hotel, ainda há duas torres de observação de 50 metros, em que também é possível ver primatas e outros mamíferos. Para descansar, os bangalôs são espaçosos, com amplas janelas, ventilação natural e acolhem bem até quatro pessoas.

5. Awasi Patagonia (Patagônia, Chile)

Uma reserva privada dentro do Parque Nacional Torres del Paine, na Patagônia, abriga o Awasi Patagonia Lodge. São 14 vilas construídas na encosta da montanha, elas têm a privilegiada vista para o Lago Sacramiento e toda a estepe patagônica. Feitas em madeira, as acomodações agregam modernidade e muito conforto ao ambiente naturalmente bucólico.

O hotel, para dar total autonomia ao visitante, deixa à disposição um veículo 4×4 e um guia particular. Após um dia inteiro rodando pelas belezas naturais, onde se pode ver o famoso puma, o hóspede, aquecido por uma fogueira cuidadosamente preparada, pode observar o céu estrelado. A gastronomia de hotel oferece um menu requintado com pratos de inspiração regional.

Compartilhar.

Sobre o autor

Redação Anália

Moda, lazer, variedades e tudo sobre o Anália.

Deixe uma resposta